Nova versão gratuita do Spotify consome menos dados e ganha recursos da paga

A plataforma de streaming de música Spotify anunciou nesta terça-feira (24) uma nova versão gratuita do seu app para smartphones. Durante a apresentação, em uma casa de shows em Nova York, executivos da empresa compararam-na às rádios dos anos 1990. “Estamos dando algo em troca de nada, é a melhor oferta possível. Sabemos que isso vai proporcionar mais crescimento”, disse Gustav Söderström, diretor de pesquisa e desenvolvimento.

Usuários que não pagam a mensalidade continuarão escutando propagandas, mas terão acesso a diversas funcionalidades antes exclusivas da versão Premium. Entre elas, o destaque é a possibilidade de escutar músicas na ordem em que desejar, desde que elas estejam em uma das 15 personalizadas que o app oferece. Isso se traduz em cerca de 750 faixas, ou aproximadamente 40 horas de música. Até então, a versão gratuita só executava as músicas em ordem aleatória.

As playlists são geradas em tempo real, com base no histórico de músicas ouvidas pelo usuário e aprendizagem de máquina.

Todos os usuários da versão móvel, tanto de iOS quanto de Android, terão acesso à nova versão nas próximas semanas.

Outra novidade é a função Data Saver, que promete economizar em até 75% o consumo de dados no streaming das músicas. Uma nova tecnologia diminui o tamanho dos arquivos, o que gera economia com planos de dados das operadoras e menos engasgos em conexões Wi-Fi. “Só controlamos o preço do Spotify, mas não podemos controlar os limites dos planos de dados dos clientes”, diz Babar Zafar, outro executivo da empresa. “Não queremos que quando usam o serviço eles se preocupem com isso. Estamos ajudando nossos fãs a não estourar seus gastos”, complementou.

Rivalidade com a Apple

O Spotify tem 71 milhões de usuários pagantes e 157 milhões no total. Os executivos da empresa lembraram que 60% dos assinantes pagantes foram usuários da versão gratuita num primeiro momento. A estratégia é oposta à da maior rival do Spotify, a Apple, que não oferece um plano gratuito no Apple Music. Com 40 milhões de usuários pagantes, o Apple Music está crescendo mais rápido e, segundo analistas, pode ultrapassar a base de usuários pagantes do Spotify ainda em 2018.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Source link

Be the first to comment on "Nova versão gratuita do Spotify consome menos dados e ganha recursos da paga"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*