Michelin cria roda flexível contra quebra em buracos e danos ao pneu

O sonho de todo o borracheiro é que ruas e estradas tenham sempre buracos para manter o comércio aquecido. Mas no que depender da Michelin e da Maxion (fabricantes de pneus e rodas), no futuro esses profissionais começarão a ter pesadelos.  

As empresas desenvolveram um dispositivo batizado de ‘roda flexível’, capaz de resistir a impactos com buracos sem quebrar a roda e sem danificar os pneus

Batizada de Michelin Acorus a novidade traz duas flanges (aros flexíveis) de borracha, instaladas entre o pneu e a roda, que funcionam como uma espécie de amortecedor. Por serem deformáveis, os aros dissipam a energia gerada nos impactos, preservando tanto a roda quanto a banda lateral do pneu.

>>Goodyear revela pneu com plantas e eletricidade


Para comprovar a eficiência da tecnologia, Michelin e Maxion realizaram testes com pneus nas medidas 285/30 instalados em rodas de 21 polegadas, com e sem o novo dispositivo. 

O conjunto convencional apresentou estragos quando o veículo passou por um buraco a 28 km/h. Já as rodas com sistema flexível suportou o defeito na pista sem nenhum dano, até mesmo quando o impacto ocorreu em velocidades superiores.

Segundo a Michelin a novidade destina-se, principalmente, a rodas de grande diâmetro. Elas quase sempre estão associadas a pneus largos e de perfil baixo, mais suscetíveis a danos causados por vias esburacadas.

Além da proteção ao calçado do carro, o sistema flexível também permite um trafegar mais confortável e silencioso, uma vez que as flanges isolam os ruídos gerados pelo contado do pneu com o piso. 

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/14/Automoveis/Imagens/Cortadas/Roda flexvel 5-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


>>Ranking aponta os carros com os menores custos de manutenção

O Michelin Acorus chegará em breve ao mercado europeu, ainda sem uma data oficial de lançamento. Estará disponível, inicialmente, com diâmetro a partir de 19 polegadas e como item original de fábrica em vários carros. 

Para a vida toda

No fim do ano passado, a Michelin também apresentou o conceito chamado Vision, que viria a substituir tanto o pneu quanto a roda.

De estrutura alveolar (com cavidades ocas), o projeto foi concebido para ter uma vida útil similar ao do veículo. O protótipo foi produzido a partir de materiais naturais como palha, lascas de madeira, resíduos de açúcar, artigos domésticos reciclados e até casca de laranja.

Vision não utiliza ar em seu interior como nos pneus convencionais. No caso, ele se mantém sempre ‘cheio’ graças à estrutura em forma de colmeia, uma espécie de treliça. Tal concepção faz dele resistente contra perfurações.

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/14/Automoveis/Imagens/Cortadas/Michelin Vision-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Para corrigir o desgaste natural dos pneus, a Michelin informou que a tecnologia permite ao usuário adicionar novas camadas à banda de rodagem em centros especiais de impressão 3D, denominados de ‘Print&Go’.  Assim, o composto ganhará em longevidade. 

>>Dez erros para se evitar ao lavar o seu carro

Essa técnica possibilitará ainda alterar as características do pneu. Ou seja, o mesmo produto poderá ser empregado no asfalto, na neve ou no fora de estrada. Tanto o nível de desgaste quanto o tipo de piso serão comunicados ao motorista via sensores instalados no Vision. As informações chegarão por aplicativo no celular ou e-mail.

A previsão da Michelin é que o conceito vire realidade daqui dez a 20 anos.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Source link

Be the first to comment on "Michelin cria roda flexível contra quebra em buracos e danos ao pneu"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*