Lista dos carros mais baratos no Brasil tem Renault Kwid mais caro

O preço de R$ 29.990 cobrado pelo Kwid e tão propagada pela Renault na campanha de divulgação do carro já não existe mais. A fabricante acaba de atualizar a tabela do subcompacto e encarece a versão de entrada Life em R$ 1 mil. 

O modelo começa agora em R$ 30.990 na pintura branca e sobe para R$ 32.390 nas demais opções. Com o aumento, o Kwid deixou o Chery QQ como o único veículo no Brasil a custar menos de R$ 30 mil – sai por R$ 27.290 na versão Smile.

A nova tabela do KWID

Versão Preço novo Preço de lançamento
Kwid Life R$ 30.990 R$ 29.990
Kwid Zen + radio R$ 36.740* R$ 35.390
Kwid Intense + pack connect R$ 40.740* R$ 39.990
*Reajuste de novembro de 2017.

Confira a seguir os 10 modelos  de entrada mais baratos do mercado:

1 CHERY QQ SMILE

R$ 27.290


Motor: 1.0, 3 cilindros, de 75 cv. 

Principais itens de série: vidros elétricos, rádio com entrada USB e computador de bordo.

A linha 2018 do Chery QQ ganhou a versão Smile, que abriu mão de alguns itens presentes nas demais configurações para baixar ainda mais o preço. Saiu direção hidráulica, ar-condicionado, limpador de vidro traseiro e chave com controle remoto.

Os itens aparecem nas configurações Look e ACT, que custam, respectivamente, custam R$ 31.290 e R$ 32.990. A ACT adiciona sensor de estacionamento, vidros traseiros e retrovisores elétricos.

>>Ranking aponta os carros com os menores custos de manutenção

A opção mais básica também só sai de fábrica nas cores branco, preto ou vermelho. O QQ feito em Jacareí (SP) possui motor 1.0 flex tricilindríco, de 75 cv e 10,1 kgfm de torque, alcançando até 165 km/h de velocidade máxima.

2 RENAULT KWID LIFE 

R$ 30.990

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/Renault Kwid Life-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Daniel Derevecki

Motor: 1.0, 3 cilindros, de 70 cv. 

Principais itens de série: airbags laterais, Isofix e desembaçador traseiro.

Diferentemente do QQ, o preço ‘popular’ do Kwid atraiu um legião de interessados pela novidade do mercado. Mesmo com o reajuste recente, o subcompacto continua com um preço agressivo.

Os R$ 30.990 refere-se à configuração Life, que não traz a direção elétrica, o ar-condicionado e os vidros elétricos da intermediária Zen (R$ 36.740), por a procura por esta configuração é tímida.

A Zen, concentra cerca de 50% das vendas e vem de fábrica com sistema de som (USB e bluetooth). A topo de linha Intense (R$ 40.740) incorpora retrovisores elétricos e multimídia. 

3 FIAT MOBI EASY

R$ 34.690

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/imagem_20180306153958-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


LIGHT_ESTUDIO

Motor: 1.0, 4 cilindros, de 75 cv.

Principais itens de série: apoios de cabeça traseiros, banco traseiro bipartido e tampa do porta-malas de vidro.

O subcompacto da Fiat deu um salto de vendas na metade do ano passado, especialmente pelo enxugamento de versões na linha 2018 e a entrada do câmbio automatizado GSR, que amenizou o famoso ‘soluço’ neste tipo de transmissão.

A configuração de entrada do Mobi vem equipada ainda com o veterano motor 1.0 Fire. O novo 1.0 de 3 cilindros da família Firefly, está disponível a partir da intermediária Drive (R$ 42.590). 

A lista de equipamentos da Easy é espartana, sem direção hidráulica ou ar-condicionado (nem como opcionais), encontrados a partir da opção Like (R$ 40.890).

4 VOLKSWAGEN TAKE UP!

Preço: R$ 38.740

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/VW take up!-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 1.0, 3 cilindros, de 82 cv.

Principais itens de série: banco do motorista com regulagem de altura, chave tipo canivete, limpador e desembaçador traseiro, apoios de cabeça traseiros, suporte para celular e Isofix.

No ano passado, a Volkswagen realinhou os preços do up!, cortando as inúmeras versões e eliminando as opções de duas portas.

O modelo voltou a ser o veículo mais em conta da marca, pelo menos na configuração Take, após o reajuste na tabela do Gol 2018.

>>Mais vendidos: Kwid volta ao top 5 e Virtus já desbanca concorrência

No entanto, o preço ainda é salgado para quem não traz direção elétrica, ar-condicionado e vidros e travas elétricas. Os itens estão disponíveis na versão logo acima, a move up! (R$ 50.270), porém custando quase R$ 12 mil a mais – pelo menos é bem completa, com sensor de ré, faróis de neblina, sistema de som com bluetooth, computador de bordo, rodas de liga leve, entre outros.

5 CHERY CELER SEDAN

R$ 41.490

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/Chery Celer Sedan_20180306184711-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 1.5, 4 cilindros, de 113 cv.

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré, computador de bordo e sistema de som. 

Curiosamente o sedã do Celer custa R$ 1 mil a menos que hatch para oferecer um porta-malas com maior capacidade (450 litros x 380 l). Já o restante do modelo é igual ao hatch, com o mesmo bom espaço interno e nível de equipamentos.

Com motor 1.5, o Celer Sedan é mais barato que qualquer três volumes compactos do mercado com propulsor 1.0.

6 Chery Celer

R$ 42.490

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/Chery Celer hatch-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 1.5, 4 cilindros, de 113 cv. 

Principais itens de série: ar-condicionado, direção hidráulica, vidros e travas elétricos, sensor de ré, computador de bordo e sistema de som.

O Celer feito em Jacareí (SP) – foi o modelo que inaugurou a fábrica em 2014 – tem como virtudes o bom nível de equipamentos para a categoria, espaço interno e motor com bom desempenho. É mais ‘completo’ que o sedã, por isso a diferença de R$ 1 mil.

É uma opção mais em conta para os hatches compactos que dominam o mercado, com etiqueta de R$ 10 mil a menos que o Chevrolet Onix 1.4 e 1.6, por exemplo.

>>Os dez carros automáticos mais baratos no Brasil

O acabamento continua sendo um ponto a considerar, mas o Celer nacional evoluiu neste quesito em relação ao projeto chinês.

A versão Act (R$ 43.490) agrega faróis de neblina, alarme, sistema de som com seis alto falantes e rodas de liga leve aro 15. Por R$ 1,8 mil a mais, o consumidor pode levar o sistema multimídia iConnect.

7 CHEVROLET ONIX JOY

R$ 42.990

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/Chevrolet Onix Joy-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 1.0, 4 cilindros, de 80 cv 

Principais itens de série: ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos. 

Com as aposentadorias do JAC J2 e J3, o Onix conseguiu uma vaguinha na lista. Contudo, a participação só foi possível da versão de entrada Joy, que ainda carrega o visual antigo, anterior à reestilização ocorrida em 2015. 

O hatch mais vendido do país abre a linha com motorização 1.0 e itens básicos, como ar-condicionado, direção elétrica, vidros e travas elétricos. 

Já o Onix repaginado parte de R$ 47.590 e oferece acabamento superior e itens como monitoramento de pressão dos pneus, ar-condicionado, sistema de som e vidros elétricos.

8 HYUNDAI HB20 COMFORT

R$ 43.660

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/Hyundai HB20 Comfort-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 1.0, 3 cilindros, de 80 cv

Principais itens de série: direção hidráulica, alarme, computador de bordo, vidros dianteiros  e travas elétricas, isofix, sistema de som com bluetooth, USB e comandos no volante,

Mesmo com seis anos nas costas e uma leve reestilização, o hatch mostra que a marca acertou de primeira no gosto dos brasileiros – é segundo carro mais vendido do país. 

Tem um nível de equipamentos interessante, visual moderno e um motor que não é o mais potente da lista, porém entre bom desempenho.

O acabamento em plástico é de boa qualidade, mas o modelo ainda peca pelo espaço mediano, tanto na frente quanto atrás, e a falta de ajuste de altura e profundidade do volante.

9 VOLKSWAGEN GOL TRENDLINE

Preço: R$ 43.840

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/VW Gol-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 3 cilindros, 1.0, 82 cv

Principais itens de série: direção hidráulica, ar-condicionado, suporte para celular e vidros e travas elétricos.

Outro que aparece no top10 com as saídas de J2 e J3. Tem um nível básico de equipamentos e o motor 1.0, 3 cilindros, emprestado do up!, é apenas razoável no quesito desempenho (ele pesa mais que o subcompacto).

Não traz sistema de som (que é opcional) e uma painel de instrumento mais simples em relação ao restante da linha.

10 FIAT UNO DRIVE

Preço: R$ 43.990

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/06/Automoveis/Imagens/Cortadas/Fiat Uno_20180306184328-ID000002-1200x800@GP-Web.jpg


Motor: 3 cilindros, 1.0, 77 cv

Principais itens de série: direção elétrica, ar-condicionado, volante com regulagem de altura, e vidros dianteiros e travas elétricos.

Única versão que restou no catálogo do Uno, já que a Way e a Sporting foram eliminadas recentemente – a Fiat vai concentrar as forças no Argo na faixa acima de R$ 45 mil para o segmento de hatch compacto.

Veterano, o Uno adotou o moderno motor 1.0, de 3 cilindros, que entrega um desempenho razoável.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Source link

Be the first to comment on "Lista dos carros mais baratos no Brasil tem Renault Kwid mais caro"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*