Coritiba precisa regularizar pendências para ter patrocínio da Caixa Econômica

A Caixa Econômica Federal divulgou, nesta segunda-feira (9), no Diário Oficial da União, os contratos de patrocínio de Atlético, Paraná e Londrina para 2018. Ainda não há acerto com o Coritiba. O Alviverde negocia e mantém esperanças de assinar contrato com o banco para a temporada.

O possível acordo é de R$ 3 milhões, com um bônus de mais R$ 800 mil em caso de título da Série B.

O Coxa, entretanto, ainda não possui as Certidões Negativas de Débitos (CNDs) exigidas pela Caixa e trabalha para regularizar essa situação. As CNDs declaram se determinada entidade jurídica não possui débitos ou pendências com aquele órgão na data de sua emissão.

Oficialmente, o Coritiba afirma apenas, via assessoria de imprensa, que “segue negociando com a Caixa Econômica”. Vale lembrar que, em março deste ano, o Conselho Deliberativo do Coxa tornou inelegíveis o ex-presidente Rogério Bacellar e outros quatro diretores que formavam o G5 do clube na gestão passada.

>>> LEIA MAIS: técnico do Coritiba cogita pacotão de reforços na estreia da Série B

O motivo do banimento foi um suposto rombo de R$ 20 milhões das finanças do clube em 2017, com atrasos no Profut, programa de refinanciamento fiscal do governo federal. Antes, em fevereiro, a diretoria do atual presidente Samir Namur já havia pedido para o Deliberativo apurar supostas irregularidades cometidas pela gestão anterior.

Dentre elas, débitos de contribuição assistencial e sindical, INSS, IRRF (imposto de renda obtido na fonte), FGTS, e PIS sobre a folha de pagamento até novembro de 2017.

Internamente, entretanto, o Coritiba segue confiante em um acerto com a Caixa. Pesaria a favor do clube, dentre outros fatores, a posição privilegiada que mantém na grade televisiva da Série B, por exemplo, que aumentaria a visibilidade da marca do banco na camisa coxa-branca.

O Coxa é o único clube da Segundona que terá suas 12 primeiras partidas transmitidas pelo SporTV, de acordo com a tabela da competição detalhada pela CBF até o momento.

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Source link

Be the first to comment on "Coritiba precisa regularizar pendências para ter patrocínio da Caixa Econômica"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*