Atletiba – Posição por posição, quem é melhor: Coritiba ou Atlético-PR?

O clássico entre Coritiba e Atlético, primeiro jogo da final do Paranaense 2018, vai esquentar o clima na capital paranaense. O duelo, marcado para às 16h deste domingo (1 º), no Couto Pereira, coloca os maiores rivais da cidade frente à frente.

O Coxa chega à decisão após ter sido campeão da Taça Dionísio Filho, primeiro turno do campeonato, mas a equipe sofreu uma queda brusca de rendimento e foi lanterna do Grupo A no segundo turno. Já o Furacão, ainda invicto na competição, conquistou a Taça Caio Júnior.

>> Os 10 maiores clássicos Atletiba de todos os tempos: confira a lista e opine!

Comparamos abaixo qual time, teoricamente, leva a melhor no confronto posição por posição entre os rivais. Confira!

Wilson x Caio


albari rosa/gazeta do povo

Vitória de Wilson. Apesar do goleiro Caio, de apenas 21 anos, estar fazendo uma bela campanha no Furacão, o experiente arqueiro é o grande destaque do Coxa. Capitão do time, o atleta alviverde segue em alto rendimento aos 34 anos e é fundamental para o time do Alto da Glória.

Marcos Moser x Diego

Vitória de Diego. Apesar da pouca idade de ambos – 22 anos do rubro-negro contra 19 do coxa-branca –, o atleticano é um dos pontos fortes da defesa da equipe. Em 14 jogos nesse Estadual, o time soma apenas quatro gols sofridos. Já Moser, com um bom potencial e ainda amadurecendo, sofreu uma oscilação em seu rendimento ao longo do segundo turno.

VEJA TAMBÉM: 20 imagens sensacionais que você não vê mais em Atletibas

Romércio x Zé Ivaldo

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/30/Esportes/Imagens/Cortadas/ATLETICO X LONDRINA 44-2306-kqVE-U203207821963QEF-1024x683@GP-Web.jpg


Albari Rosa/Gazeta do Povo

Vitória de Zé Ivaldo. Autor do gol da vitória sobre o Londrina na final da Taça Caio Júnior, o atleticano vem com moral para a grande decisão. Do outro lado, Romércio, aproveitado no time principal do Coxa ano passado, ainda está se firmando entre os titulares alviverdes para a sequência da temporada.

Thalisson Kelven x Léo Pereira

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/30/Esportes/Imagens/Cortadas/Coritiba x Rio Branco1 (25)-2310-kqVE-U203207821963o0B-1024x683@GP-Web.jpg


Jonathan Campos/Gazeta do Povo

Vitória de Thalisson Kelven. Uma das joias das categorias de base do Alto da Glória, o defensor de 19 anos está recuperado de uma lesão muscular e surge como reforço alviverde para o clássico. Já Léo Pereira, apesar de fazer boa campanha pelos aspirantes, não deve ser aproveitado no time principal do Furacão.

Léo Andrade x Renan Lodi

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/30/Esportes/Imagens/Cortadas/ATLETICO X LONDRINA 07-2305-kqVE-U203207821963kwF-1024x683@GP-Web.jpg


Albari Rosa/Gazeta do Povo

Vitória de Renan Lodi. O atleticano começou sendo reserva de Nicolas, mas conquistou a titularidade ao longo do Paranaense e mostrou que é uma das boas apostas do Rubro-Negro para a temporada. Apesar de ambos terem 19 anos, Léo Andrade sofre mais com a falta de experiência.

João Paulo x Pierre

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/30/Esportes/Imagens/Cortadas/coxa 01-kqVE-U203207821963OZG-1024x683@GP-Web.jpg


Albari Rosa/gazeta do povo

Vitória de João Paulo. Com mais técnica, o volante alviverde leva a melhor sobre o experiente Pierre, principalmente pelo ritmo de jogo. Aos 36 anos, o jogador atleticano foi reserva durante a campanha no Estadual, mas foi escolhido para ser o substituto de Deivid, suspenso, nessa primeira partida da final.

Matheus Galdezani x Bruno Guimarães

Vitória de Bruno Guimarães. O volante de 20 anos é um dos destaques dos aspirantes e já é observado com atenção pelo técnico Fernando Diniz para ser aproveitado no time principal. Do outro lado, Galdezani ainda não recuperou o bom futebol apresentado no primeiro semestre de 2017 e segue sendo muito contestado pela torcida coxa-branca.

Júlio Rusch x João Pedro

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/30/Esportes/Imagens/Vivo/03.30 - mont joa pedro.jpg


Vitória de João Pedro no confronto particular mais acirrado. Na disputa dos destaques das duas equipes, o atleticano leva a melhor por pouco. Com quatro gols marcados e cinco assistências, o camisa 10 do Furacão é essencial para o bom rendimento ofensivo do time e candidato à craque do Paranaense. Do outro lado, Rusch caiu de produção no segundo turno junto com o time, mas segue dando dinâmica à equipe coxa-branca e tem qualidade de sobra para decidir na final do Estadual.

Kady x Matheus Anjos

Vitória de Matheus Anjos. O meia habilidoso atuou por 80 minutos no triunfo sobre o Londrina e mostrou estar recuperado de uma pancada no pé. Promessa das categorias de base do Furacão, ele leva a melhor sobre Kady. Com dois gols neste Paranaense, o coxa-branca ajuda na movimentação ofensiva, mas ainda precisa demonstrar mais eficiência nas finalizações.

Pablo x Marcinho

Vitória de Marcinho. Os dois foram contratados nesse começo de ano, mas o atleticano já conseguiu despontar no novo clube. Marcou dois gols na goleada por 5 a 0 sobre o Maringá na semifinal da Taça Caio Júnior e vai ganhando espaço no Furacão. Já Pablo segue sob desconfiança, já que não marca um gol há mais de dois anos.

Alecsandro x Ederson

/ra/pequena/Pub/GP/p4/2018/03/30/Esportes/Imagens/Cortadas/Atletico_X_Rio_Branco - MA-23-2309-kqVE-U203207821963EH-1024x683@GP-Web.jpg


Marcelo Andrade/Gazeta do Povo

Vitória de Ederson. No confronto dos artilheiros, o atleticano vence com sobras. É o artilheiro do Paranaense com oito gols marcados contra apenas dois do camisa 9 do Coxa. Aos 37 anos, Alecsandro já reconheceu que a equipe do Alto da Glória está devendo para a torcida.

Placar final:

Coritiba 3 x 8 Atlético

Ficha Técnica

Coritiba: Wilson; Marcos Moser, Romércio, Thalisson Kelven (Alex Alves) e Léo Andrade; João Paulo (Vitor Carvalho), Matheus Galdezani e Júlio Rusch; Kady, Pablo e Alecsandro. Técnico: Sandro Forner.

Atlético: Caio; Diego, Zé Ivaldo, Léo Pereira e Renan Lodi; Pierre, Bruno Guimarães e João Pedro; Matheus Anjos, Marcinho e Ederson. Técnico: Tiago Nunes.

Arbitragem: Rafael Traci, auxiliado por Pedro Martinelli Christino e Weber Felipe Silva.

***

(function(d, s, id) {
var js, fjs = d.getElementsByTagName(s)[0];
if (d.getElementById(id)) return;
js = d.createElement(s); js.id = id;
js.src = “http://connect.facebook.net/pt_BR/sdk.js#xfbml=1&version=v2.6”;
fjs.parentNode.insertBefore(js, fjs);
}(document, ‘script’, ‘facebook-jssdk’));

Source link

Be the first to comment on "Atletiba – Posição por posição, quem é melhor: Coritiba ou Atlético-PR?"

Leave a comment

Your email address will not be published.


*